Misery: Louca Obsessão - Stephen King | RESENHA

FICHA TÉCNICA:

TÍTULO: Misery – Louca obsessão
AUTOR: Stephen King
PÁGINAS: 326 / ANO: 2014
EDITORA: Suma de Letras
ADICIONE NO: Skoob
CLASSIFICAÇÃO: ★★★★★

Paul Sheldon é um famoso escritor, mais conhecido por sua série protagonizada por Misery.
Ele sofre um acidente de carro onde fratura gravemente as pernas e é encontrado pela sua fã numero um e ex-enfermeira, Annie Wilkes, que o leva para sua casa e começa o tratamento no mesmo local, sem procurar ajudas maiores, nem avisar a policia. 
Após Annie descobrir que Paul “matou” Misery, ela o isola no quarto e obriga-o a escrever outro livro, onde Misery deve voltar à vida.
Durante a escrita dessa obra, Paul sofre ameaças e torturas de sua fã, e só irão acabar quando Annie aprovar o novo livro.
























Com o passar do tempo, Paul Sheldon já se sente totalmente viciado pelos analgésicos que Annie lhe dá — quando ela quer — para aliviar a dor e começa a notar que ela não seja apenas uma fã, mas uma fã psicopata.
Depressivos se matam. Psicóticos, acalentados no berço venenoso de seus egos, querem fazer um favor aos outros, levando-os juntos. 
Muitas vezes, Annie saia e deixava Paul sozinho por dias, sem acesso a alimentação, ao banheiro, e a remédios. No começo, era torturador, mas com o tempo ele aprende a sentar em sua cadeira de rodas e começa a se aventurar pela casa em seu tempo sozinho em busca de “suplementos” para sua sobrevivência e acaba descobrindo coisas sobre Annie e seu passado, que o deixa apavorado.
Paul é culpado, muitas vezes, por coisas que Annie faz e acaba sofrendo as consequências, com torturas de todos os tipos.


Com o desenrolar de história podemos acompanhar o novo livro que Paul está escrevendo, vamos descobrindo junto com ele o passado de Annie, e ao passar das atitudes de Annie notamos com clareza a psicopata que ela é.
Ela usa agulhas e machados em suas ameaças e castigos contra Paul Sheldon.
Esse livro é um terror psicológico, não é aquele livro que te deixa com medo de ir ao banheiro durante a noite, é um medo que te faz pensar sobre as pessoas e ter medo delas, acho que seja um medo muito mais real.
Revistar antigas lembranças quando se está deprimido não é uma boa ideia, Annie — mas acho que a essa altura do campeonato você já notou.
Você fica o tempo todo pensando quando os policiais irão aparecer, se já encontraram o carro do Paul. Eu sofri e passei angustia junto com o personagem, gostei da sensação que o livro me passou — sinal de que é bem escrito —.
A narrativa é muito boa e te prende ao livro. A quantidade pequena de personagens nos permite uma compreensão maior da história. Ah, e claro, eu não poderia deixar de comentar que o final é surpreendente, nada previsível e fiquei de queixo caído. Toda a história me deixou satisfeita.
 Em alguns momentos, precisamos de preparação e estomago. Eu, que já sou acostumada com livros de psicopatas e “coisas nojentas” precisei parar em certo momento do livro, quando ela decepa, pela primeira vez (é, ela faz o ato mais de uma vez) uma parte do corpo de Paul — me desculpe o pequeno spoiler —. Não foi por nojo, mas por medo.
O grande monstro dos livros de terror é humano nesse livro. Isso me fez pensar “pode acontecer comigo, ou com alguém próximo de mim”. É um medo muito pior que não conseguir olhar de baixo da cama ou não apagar a luz porque pode encontrar algum “demônio”. O demônio desse livro é real, é da nossa “espécie”.
Não tenho palavras para descrever o quanto esse livro é BOM e bem construído. Para quem gosta do gênero é uma excelente obra, e quem tem medo de livro de terror pode ler também, já que você vai ter apenas um momento reflexão.






25 comentários:

  1. Oi, Aline!
    Eu não sou muita fã dos livros do King porque eu não leio nada de terror e não gosto muito da forma que ele mistura o sobrenatural em seus livros. Não sei bem o motivo, mas não me atrai.
    Porém, eu gostei muito da premissa desse livro e amo um thriller psicológico, são os melhores e normalmente tratam de humanos, o que é apavorante mesmo!
    Se eu não me engano, tem um filme desse livro, não?
    Beijinhos,

    Galáxia dos Desejos

    ResponderExcluir
  2. Oii Aline, tudo bem?
    Nossa que livro incrível. O Stephen King tem mesmo essa pegada de fazer o homem ser o terror dos livros mesmo quando a história tem monstros. Esse livro entrou para lista pois quero me sentir mexida e apaixonada como você ficou.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Não sei se amei mais as fotos, a resenha ou os quotes... muito bom!

    ResponderExcluir
  4. Ei Ally! Tudo bem?
    Te contar, nunca li nada do SK, e nunca tinha lido resenha sobre
    esse livro, mas fiquei SUPER curiosa.
    Adoro livro com psicopata. Ô seres difíceis de entender e desvendar!
    Adoro!!!!! Kkkkkk.

    Com certeza vai entrar para os desejados!
    Lindas fotos!!

    Beijos
    Literatura Estrangeira

    ResponderExcluir
  5. Ei! Tudo bem?

    Eu AMO SK, sou apaixonada na forma que ele escreve e em como ele conduz a história. Não li tantos livros dele, mas isso não quer dizer que meu amor tenha diminuído. Já tinha visto um pouco sobre esse livro, mas não tinha lido nenhuma resenha. Acabei me apaixonando pela obra sem ao menos ler. Eu ia lendo sua resenha e ia ficando empolgada junto a ela. Você escreve muito bem e sua resenha foi a prova disso. Sobre o livro, não sou muito fã de terror que mexe com o lado psicológico, mas ao mesmo tempo, é meu terror favorito, é o que você disse, mexe com algo que é real, não com algo fantasioso, isso deixa a obra muito mais tenta e emocionante. Ameeeeeeei a sua resenha, você arrasou! Parabéns!

    Beijos!
    http://www.as365coresdouniverso.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Cecília, fico feliz pelos elogios. Estou começando agora a ler King e estou me acostumando com a escrita dele. Beijos

      Excluir
  6. Nossaaa! Que resenha!! Sem dúvidas deve ser um daqueles livros que você lê cada página agoniada torcendo para que tudo fique bem. Adoro quando os autores trazem personagens psicopatas ou com distúrbios,pois durante a leitura vamos entendendo o que passa em suas mentes, e sem dúvidas ficamos mexidos. King é um gênio, já ouvi muito falar sobre seu trabalho, mais nunca tinha lido. Finalmente comecei um livro dele, e posso dizer que estou adorando. Amei sua resenha <3 me deixou bem curiosa, sem falar as fotos que estão lindas!
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  7. Olá, fiquei curiosa para ler esse livro apesar que eu tenho medo de ler livros sobre terror e eu tenho muito medo, mas eu quero sair da minha zona de conforto e acho que vou começar por esse livro

    ResponderExcluir
  8. eeergh! hahaha King pega pesado né? Sei como é a sensação desse medo, é um terror da maldade humana :(
    Vejo que é um livro incrível! Mas precisa estar com o estômago preparado!

    osenhordoslivrosblog.wordpress.com

    ResponderExcluir
  9. Oiii, tudo bem?
    Parabéns pela resenha! O único livro do King que li foi Joyland e pra mim foi bem tranquilo, tenho medo de pegar esse e já ficar com um cagaço durante a leitura haha
    beijos
    coresliterarias.com.br

    ResponderExcluir
  10. Olá, parece ser um livro muito bom, só pelos quotes já dar uma enorme vontade de ler.
    Acho que irei procurar o filme, fiquei super curiosa, bjão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que goste, eu não consegui achar o filme.
      Beijos.

      Excluir
  11. Menina!! Eu preciso desse livro. Eu realmente não sei oq ue se passa na minha cabeça. Sempre evitei os livros do king justamente por esse medo de " demônios", mas se tratando de um "monstro" humano, história pe outra. Achei incrivel sua reseha e quero essa leitura pra ontem. Preciso saber se ele coneguiu e como fugir dessa psicopata.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Existe muitos livros dele com humanos, você deveria tentar.
      Beijos

      Excluir
  12. Olá, Aline!tudo bom? (:
    Que loucura de história meu deusssssssss, eu tenho vontade de ler, mas nunca parei pra ler resenha assim, tem muita tortura então né, a coisa é tensa!!! To meio com receio hahahaha mas amei sua resenha, parabéns! super bem escrita!
    Beijos, Yasmim.

    Blog: https://literarte.blog.br/

    ResponderExcluir
  13. Olá! De todos os livros do King esse é o que mais me assusta pois trata mais da loucura humana que de longe é o que mais me dá medo. Estamos num mundo onde é possível encontrar uma dessas fãs por ai não é mesmo? Comecei a ler S.King por Salém, estou gostando mais ainda não me apaixonei. Bjs ~Elis Blog Pretenses

    ResponderExcluir

© Amor Literário - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo