A Maldição do Vencedor - Marie Rutkoski | RESENHA

FICHA TÉCNICA:

TÍTULO: A Maldição do Vencedor (Trilogia do Vencedor Vol.1)
AUTORA: Marie Rutkoski
ANO: 2016 / PÁGINAS: 328
EDITORA: Plataforma 21
ADICIONE NO: Skoob
CLASSIFICAÇÃO: ★★★★

A verdade é que eu não sabia o que esperar desse livro. Algumas resenhas diziam ser de fantasia, outras um romance, algumas pessoas me falaram que era apenas ficção. Eu estava animada para a leitura (animada, não com expectativas) e a única coisa que eu esperava do livro era que me tirasse da ressaca, e isso ele fez.

Temos dois povos, os Valorianos e os Herranis. Há muito tempo houve uma guerra, onde os Valorianos venceram e começaram a escravizar os Herranis, tomando suas casas e bens.
Keltrel é uma valoriana, filha do general de Valória, que precisava decidir entre se casar ou se alistar ao exercito — já que apenas mulheres que iriam para o exercito poderiam andar sem acompanhantes — mas ela não queria nenhum dos dois.
Em uma tarde, acompanhada de sua amiga Jess, Kestrel compra um escravo em um leilão, chamado Arin. Depois de um tempo, eles começam a sentir uma atração inevitável. 

- Não é isso que as histórias fazem? Transformam coisas reais em falsas e coisas falsas em reais?

Eu queria dizer que a trama não é apenas isso. Uma revolta dos Herranis se aproxima, eles querem tudo que foi tomado deles, e boa parte das coisas é apenas manipulação e jogo para conseguirem o que querem. Então eu deixo a pergunta aqui: Esse sentimento seria verdadeiro ou apenas uma forma de chegar mais fácil a sua vingança? HAHA
Gostei bastante da trama e da história que a autora criou. Há alguns elementos de fantasia, como o próprio universo, mas não chega a ser uma. Também não é um simples romance.
Acontece cenas românticas? Sim, mas não o tempo todo, e nada muito forçado, nem meloso. É um romance bem sutil, que você encontra aqui e ali durante a história. Um beijo, uma troca de palavras bonitas, então eu acho que o livro não é todo romance, tem muitas coisas além disso acontecendo.
A Kestrel parece uma menina bobinha, é verdade, mas conseguimos ver como ela consegue ser forte e guerreira quando quer. Arin me irritou muito, mas mais para o final do livro isso foi passando. Não levem o fato de ele ter sido irritante como algo ruim, isso deixou o livro mais emocionante. Se ele não tivesse a personalidade que tem, o livro seria um água com açúcar bem chatinho.

— Os herranis foram escravizados porque eram muito ruins em matar e muito covardes para morrer. Eu falei que não queria matar, não que jamais mataria. E nunca disse que tinha medo da morte.

Eu estava esperando aquele amor desesperado, entre duas pessoas que não podem ficar juntas. Aquela brigaria toda, aquela luta pra deixar a sociedade de lado e todo o "bla bla bla" que vemos em livros de amor proibido. Não foi o que eu encontrei. É um sentimento que cresce devagar e não fica enjoativo.

O romance foi pouco (pelo menos ao que eu estava esperando), mas foi na medida certa. A autora soube trabalhar bem a quantidade de luta, amor, rancor, e tudo que apareceu nesse livro.
A única coisa ruim que preciso citar aqui é a narrativa. Não, ela não é ruim, mas é muito vaga. Não há muita descrição de ambiente e muitas cenas ela não descrevia, apenas contava. Um capitulo acabava e no outro "tal coisa" já havia acontecido. Não senti falta do que ela "deixou para trás", porque ela deixava claro o que acontecia, apenas não descrevia aquilo, e isso ajudou ao livro não ficar pesado ou cansativo.
Só deixando claro que não foi 100% assim, o que era relevante a autora descreveu, sim. O que eu falei foi ,por exemplo, um jogo ou coisas do tipo.


- Minha alma é sua. - ele disse. - Você sabe.

Foi um leitura bem gostosa, que passou super rápido e me ajudou a sair da ressaca. Então, se você procura um livro leve, para passar o tempo, mas que seja bom, esse livro é uma escolha ideal. 


18 comentários:

  1. Oii Aline, tudo bem? eu tenho muita curiosidade em ler essa trilogia, principalmente por conta das capas que são lindas, mas não sei se vou gostar ou não.
    -Beijos,Carol!
    http://entrehistoriasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá.
    Tenho vontade de ler a trilogia, mas me falta tempo e dinheiro haha.
    Fico feliz que tenha gostado tanto assim :)

    xoxo

    ResponderExcluir
  3. Ei! Tudo bem?

    Não sou muito fã de fantasia, mas esse ano estou tentando ler mais livros do gênero para sair da minha área de conforto rsrs Gostei muito da proposta do livro e, gostei mais ainda de saber que ele é leve, super fluído, tem uma leitura rápida e é ótimo para sair de uma ressaca literária. Talvez comece com ele :)

    Beijos!
    http://www.as365coresdouniverso.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oiie. Uma das coisas que gostei bastante nesse livro foi justamente não ser um romance bobinho. É um história bonita muito bem construída. Eu não gostei tanto dessa história como dos seguintes. Mas acredite. Só evolui.
    Beijos.
    Blog: fanficcao.wordpress.com

    ResponderExcluir
  5. Parece um livro pra gente ler sem compromisso né, eu prefiro quando são mais detalhados tb, mas nada impede de ler um assim ;)

    osenhordoslivrosblog.wordpress.com

    ResponderExcluir
  6. Ainnn,

    Eu confesso que toda vez que leio uma resenha sobre essa trilogia minha vontade de ler aumenta cada vez mais!
    Amei a resenha!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ally! Aaaah, que bom que você gostou! Sou completamente apaixonada por essa história, esses personagens, inclusive pela narrativa, que você não curtiu muito. Gosto de como a Marie conduz a história, com um toquezinho um tanto poético. Os próximos livros são ainda melhores, e esssa trilogia é uma das minhas mais queridinhas. Espero que você continue gostando. Beijos.

      https://abducaoliteraria.wordpress.com

      Excluir
    2. Espero que você aproveite e goste da leitura!

      Excluir
  7. Olá!
    Eu não conhecia o livro, mas compreendo sua dificuldade em classificar o gênero literário. Eu sinto o mesmo, principalmente em se tratando de fantasia, em que sempre agrega componentes de outros gêneros, como romance e drama.
    Beijos!
    gatitaecia.blogdpot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Olá, fico feliz que tenha gostado da história. Eu particularmente amei esse livro, adorei a proposta da autora desde a ideia do nome e a questão de um amor proibido (que é clichê ? sim, porém ela conseguiu trabalhar isso do jeito dela). Achei a Kestrel muito inteligente e mesmo que não tenha muitas descrições de cenas românticas, o que fica no ar entre os dois já foi o suficiente para me deixar sem ar. O desfecho então... achei espetacular, meu coração ficou em pedacinhos. Acabei não lendo a continuação ainda, mas no próximo mês já quero pegar pra ler, porque é um livro que não consegui esquecer, sabe aquela história que não sai da sua cabeça? Amei demais. Adorei saber sua opinião.<3

    Bjokas da Elo!
    http://cronicasdeeloise.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! Também pretendo ler a continuação logo :D

      Excluir
  9. Oiii, tudo bem?
    Aaaaaaaaaaa, quero muito ler esses livros. Todo mundo fala extremamente bem dele e vejo várias pessoas indicando. Espero conseguir ler nesse ano ainda.
    Adorei o POST e as fotos estão lindas.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tomara que você consiga lê-lo. Espero que você goste assim como eu :)
      Obrigado pelos elogios :D

      Excluir

© Amor Literário - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo